imprimir

UCHÔA, Hélio
Arquiteto.
Hélio Uchoa Cavalcanti (1913: Rio de Janeiro, RJ – 1971: Idem).

Participou ativamente do movimento de renovação da arquitetura brasileira. Parceiro de Oscar Niemeyer em diversos empreendimentos como o Hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro, e o Parque do Ibirapuera, em São Paulo, participou da construção de Brasília, além de ter assinado projetos de residências e hotéis no Brasil e no exterior. Reconhecido por sua importante contribuição para a história da arquitetura nacional, foi homenageado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) com a criação do Prêmio Arquiteto Helio Uchoa, oferecido anualmente aos profissionais que se destacam na produção de projetos arquitetônicos.

1934 – Diplomou-se pela Escola Nacional de Belas Artes.
1940 – Abriu escritório de arquitetura no Rio de Janeiro, tendo como sócios Oscar Niemeyer e Affonso Eduardo Reidy.
1947 – Integrou equipe que projetou o Instituto Técnico de Aeronáutica (ITA), assim como a Fábrica Duchen, localizados em São Paulo.
1951 – Junto dos arquitetos Zenon Lutofo e Eduardo Kneesse de Mello, participou da elaboração do anteprojeto para construção do complexo do Parque do Ibirapuera, liderada por Oscar Niemeyer. Nesse mesmo ano expôs na Bienal de São Paulo.
1952 – Com Niemeyer projetou o Hospital Sul-América, atual Hospital da Lagoa, inaugurado em 1958. Nesse mesmo ano desenvolveu projetos para o Instituto de Aposentadoria e Pensões dos Industriários (IAPI), além de ter assinado a concepção de um hotel no município fluminense de Cabo Frio e do Banco Hipotecário Lar Brasileiro, em Goiânia.
1953 – Foi premiado na Exposição Internacional de Arquitetura, da II Bienal de São Paulo.
1954 – Projetou a residência de Francisco Pignatari, em São Paulo.
1956-61 – Trabalhou na execução dos primeiros projetos da superquadra de Brasília, realizando a concepção das quadras SQS 105 e SQS 305. Nesse último ano também realizou projeto para construção de um hotel Palma de Mallorca, na Espanha.


Fontes
CAVALCANTI, Lauro. Quando o Brasil era moderno: guia de arquitetura 1928-1960. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2001, p.124.
MAGALHÃES, Carlos Henrique. Os blocos da superquadra: um tipo da modernidade. Disponível em <http://mdc.arq.br/2009/06/02/os-blocos-de-superquadra-um-tipo-da-modernidade/>
< http://www.itaucultural.org.br/>

 

LAP